Goiânia, sexta, 23 de junho de 2017
16/05/16 8155 visualizações

Gestão Marconi fecha leitos e deixa 95% das cidades sem UTIs





Um dos sinais do fracasso das quatro gestões do governador Marconi Perillo (PSDB) na saúde é o baixo número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Além de poucos, ainda são mal distribuídos. Das 246 cidades de Goiás, apenas 13 possuem UTI's (5% das cidades). Segundo o Departamento de Informática do SUS (Datasus), Goiás conta com apenas 669 vagas disponíveis.
 
Goiânia, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo, Nerópolis, Inhumas, Anápolis, Ceres, Goiás, Jataí, Catalão, Santa Helena, Itumbiara e Rio Verde são as cidades com vagas. As regiões Nortes, Entorno do Distrito Federal e Nordeste não tem nenhum leito disponível. Um paciente em estado grave em Posse, no nordeste do Estado, vai precisar andar pelo menos 560 quilômetros até Anápolis atrás de um leito.
 
Quando se trata de leitos de UTI Neonatal a situação ainda piora: são penas 105 leitos que atendem ao SUS para todo o Estado de Goiás. Há concentração de 90% dos leitos na região metropolitana de Goiânia. O restante se limita em 10 vagas na Santa Casa de Misericórdia de Anápolis. A situação estaria melhor se Marconi tivesse cumprido a promessa de campanha e construído hospitais regionais, entre eles o de Uruaçu, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas, todos em regiões carentes e estratégicas que necessitam de leitos de UTI.
 
No país, a desigualdade existe, mas é menor que em Goiás. Há 55 mil leitos para 204 milhões de habitantes. A distribuição é melhor que em Goiás - 77% dos municípios brasileiros não têm nenhum leito, enquanto as regiões metropolitanas concentram 74% das vagas para tratamento intensivo (SUS e particulares), a região metropolitana de Goiânia chega a quase 90%.
 
O fechamento de UTIs recentemente em Itumbiara, por atrasos do governo, vitimou pelo menos 7 pessoas na cidade. O governo também anunciou o fechamento dos últimos quatro leitos do HDT que ainda funcionavam. Em catalão, no sudeste de Goiás, são apenas 12 leitos para atender os moradores de 18 municípios da região, que juntos somam 300 mil habitantes. 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias