Goiânia, sexta, 23 de junho de 2017
09/01/17 3285 visualizações

“Iris prometeu entrar na Justiça a favor da municipalização da água”



Foto: Divulgação

A renovação da concessão da exploração dos serviços de água e esgoto pela Saneago por 30 anos, feita em 2016, é ilegal e deve ser derrubada na Justiça. É a opinião do líder do PMDB na Assembleia, o deputado estadual José Nelto, que denuncia ainda que o governador Marconi Perillo (PSDB) pretende iniciar o processo de privatização da empresa.

Nelto diz que o prefeito Iris Rezende (PMDB) vai cumprir sua promessa de campanha e vai brigar na Justiça pela municipalização da água. “Ele prometeu entrar nessa briga na campanha eleitoral e vai cumprir. Por isso eu mesmo vou entrar com uma ação civil pública para já agilizar essa questão”, afirma Nelto.

“O governador quer renovar a concessão da Saneago para privatizá-la. Se ele conseguir seu objetivo de entregar a Saneago para a Odebrecht, a população pode se preparar para sofrer ainda mais com um serviço mais caro e ainda de pior qualidade”, avalia José Nelto. A Odebrecht, empresa envolvida no escândalo da Lava Jato, já explora o serviço em algumas cidades no interior do Estado.

A população do Estado sofre com um serviço ruim, com constantes cortes no abastecimento e tarifas cada vez mais altas. Só nos dois útimos anos, os aumentos promovidos pela Saneago chegaram a 81%, sem nenhuma melhoria no atendimento à população.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias