Goiânia, sexta, 23 de junho de 2017
10/01/17 9878 visualizações

Presídios: Licença de Marconi coincide com investigações contra OS



Divulgação

Preocupado com o alarde e as investigações da imprensa nacional em torno da Organização Social (OS) Umanizzare, responsável pela gestão do presídio de Manaus onde 64 presos foram mortos em meio a duelo de facções criminosas, o governador Marconi Perillo (PSDB) resolveu pedir licença de seu cargo por uma semana, segundo nota enviada à imprensa nesta segunda-feira (9).

É que a OS que atua no Amazonas nasceu em Goiás e faz parte de um conglomerado de empresas liderado pelo grupo Coral. Ambas têm ligação estreita com Marconi. Juntas, Coral e Umanizzare doaram R$ 3 milhões à campanha do tucano.

Marconi vinha, até a última semana, trabalhando com afinco para privatizar todos os presídios em Goiás, mas o projeto foi paralisado após Marconi ser surpreendido pela tragédia humana em Manaus. Nos bastidores, suspeita-se de que o tucano transformou-se em grande lobista das OS, defendendo a implantação delas em Goiás e em outros Estados.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias