Goiânia, segunda, 21 de agosto de 2017
10/01/17 4535 visualizações

Após cobrar trabalho de servidores, Marconi sai de férias





O governador Marconi Perillo (PSDB) iniciou 2017 cobrando mais empenho de sua equipe. O tucano anunciou a exoneração de todos os comissionados do Estado em um choque de “acomodação” que visava eliminar dos quadros do governo quem trabalhava pouco. Uma semana após a medida drástica, os decretos foram quase todos tornados nulos e, ironicamente, o tucano decidiu tirar novas férias.

Marconi Perillo deixou o governo no final de semana, quando passou o comando do Estado para o vice-governador José Eliton (PSDB). O anúncio, porém, só foi feito no Twitter do governador no final da tarde desta segunda-feira, 9. “Comunico a todos que tirei licença de hoje até domingo (15)", escreveu Marconi.

São incontáveis as viagens de férias ou em “missões” que Marconi já fez ao exterior nos anos em que governa Goiás, quando também aproveitou para fazer turismo. Dessa vez o tucano não informou se deixará novamente o País, como de hábito, ou se irá gozar suas férias em território nacional. Quando decide permanecer, o governador costuma ficar em casa cedida por amigos em Búzios, no Rio de Janeiro.

Além disso, o período de licença do governador coincide com o início de investigações sobre OS goiana envolvida no caso dos presídios, no Norte do País.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias