Goiânia, quarta, 26 de abril de 2017
12/01/17 4539 visualizações

Nova medida de Marconi e Eliton sufoca sindicatos em Goiás



Foto: Divulgação

O governador Marconi Perillo (PSDB) e o vice-governador José Eliton (PSDB), por meio de oficio-circular que está sendo enviado pelo secretário de Planejamento, Joaquim Mesquita, acabam de decretar que as contribuições sindicais (de todos os sindicatos) não mais serão descontadas em folha de pagamento, com base na nova lei nº 19.574, aprovada no final de 2016 na Assembleia Legislativa.

Com a medida, como bem lembra o sindicalista Claudio Curado em seu Facebook, o governo Marconi vai sufocar financeiramente os sindicatos, principalmente os maiores (Sintego, Sindpol, Sindipublico e Sindsaude) que terão enormes dificuldades para receber de associados espalhados por todo o Estado, já que a contribuição não será mais descontada em folha.

Claudio Curado ainda diz ser “lamentável que um governo que comemora neste momento um grande superávit nas contas seja o mesmo que não repõe perdas inflacionarias há dois anos para a maioria dos servidores. E é o mesmo governo e governador que agora busca quebrar financeiramente os sindicatos na tentativa de calar quem questiona seus métodos de governo”.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias