Goiânia, sbado, 21 de outubro de 2017
13/06/17 3103 visualizações

MP pede proibição de shows até Estado comprar tornozeleiras





O promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de Goias Fernando Krebs pediu à Justiça que proíba a Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo) e o Estado de Goiás de contratarem shows artísticos e gastar com publicidade que não seja de utilidade pública até que estejam regularizados serviços de monitoração eletrônica de presos por meio de tornozeleiras.

“Em algumas áreas, notadamente na segurança pública, a publicidade exaustivamente veiculada pelo Estado de Goiás não tem atendido aos requisitos constitucionais (caráter educativo, informativo ou de orientação social), porquanto as maravilhas divulgadas na imprensa com verba pública não condizem com a realidade do recrudescimento da criminalidade no nosso Estado”, criticou o promotor. 

No pedido, Krebs ainda solicita que a Justiça obrigue o Estado a implementar acabe com o déficit do acessório, que é de mil unidades, e ainda providencie a reserva ideal, que é de cinco mil. Atualmente, Goiás só possui 804 tornozeleiras eletrônicas, apesar de já ter gastado R$ 21 milhões em apenas um contrato.

Krebs ainda criticou os gastos do Estado com propaganda, que, em 2016, chegaram a R$ 148 milhões em propaganda em 2016. 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias