Goiânia, sbado, 21 de outubro de 2017
14/06/17 3401 visualizações

Marconi pendura em Temer para manter 10 mil comissionados





Comemoração à pizza do julgamento do TSE, jantar dos governadores com o presidente Michel Temer, no Palácio do Alvorada, e promessas de votos da bancada goiana, são ações do governador Marconi Perillo (PSDB) para barganhar politicamente.

Mas nada pensando no Estado, o tucano quer mais limites de individamento, esticamento de prazos para pagar dívidas contraídas em suas gestões. Não importa quanto inviabilizado esteja o Estado, o importante é eleger José Eliton e cavar uma vaga no Senado, em 2018. 

Para manter a farra dos 10 mil comissionados é fundamental, ainda, a anuência do Tesouro Nacional com truques contábais como a retirada dos servidores das Organizações Sociais (OS) do cálculo de limite com Folha de Pagamento. 

Nesse jogo "cordial" nada republicano, Goiás se transforma em um Rio de Janeiro, com seu gestor Sergio Cabral versão 2.0.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias