Goiânia, domingo, 24 de setembro de 2017
24/08/17 11265 visualizações

Marconi torrou R$ 171 milhões com diárias nos dois últimos mandatos





Quando o governo de Goiás disser que não tem dinheiro para asfaltar estradas, abrir hospitais ou novas escolas, lembre-se deste número. Desde o seu mandato em 2011 até a reeleição em 2014, o governo já torrou R$ 171 milhões em diárias de viagens em diferentes pastas da administração pública. Anote o número inteiro: R$ 171.162.153, segundo dados do Portal da Transparência.

Entre as pastas que mais se utilizaram dos recursos este ano estão o Detran (R$ 1.817 milhões), a Secima (R 1.764.705), a Seduce (R$ 1.167.677) e a SES (3.126.611). A vice-governadoria, que tem investido fortemente o dinheiro público a favor da candidatura de José Eliton (PSDB), já gastou R$ 95 mil desde o início do ano.

A farra com o dinheiro público foi denunciada esta semana. O senador Ronaldo Caiado (DEM) subiu à tribuna do Senado para dizer que vai contestar um decreto assinado pelo governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), que aumenta de forma retroativa em 25% o valor da própria diária durante as viagens ao interior do Estado.

O líder do PMDB na Assembleia, José Nelto, também criticou a Farra das Diárias. Nesta quarta-feira (23/08) ele esteve no Ministério Público de Goiás (MP-GO), onde entrou com uma representação pública contra o decreto, que ele chamou de “decreto dos marajás”.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias