Goiânia, domingo, 24 de setembro de 2017
09/09/17 801 visualizações

Fundo do poço: PSDB quer Marconi na presidência da sigla





O PSDB nacional parece mesmo estar disposto a enterrar o pouco que resta de credibilidade da sigla. Rachado por causa do apoio ao presidente Michel Temer e por causa da disputa eleitoral entre o governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Dória, a sigla parece estar considerando colocar o governador Marconi Perillo como seu presidente a partir de dezembro, quando ocorrem as eleições internas da sigla.

A decisão mostra como a sigla está perdida. Marconi, que aproveita a situação para acariciar o próprio ego com entrevistas para jornais de grande circulação,  está envolvido em delações da Odebrecht e JBS, além de ser um possível alvo de inquéritos no STF por causa dos esquemas de corrupção que participa.

Além disso, é preciso levar em conta também o cenário interno do PSDB, que está rachado e sem comando. O fato do partido ter se dividido em duas alas enfraqueceu a sigla, que encontra dificuldades para manter apoio entre a população.

Com o partido acuado e rachado, ´não resta ninguém para assumir, a não ser Marconi, que sabe que sua única chance é pegar o cargo quando ninguém mais quiser.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias