Goiânia, sbado, 18 de novembro de 2017
08/11/17 2153 visualizações

Baldy é citado na Lava Jato como integrante da turma de Eduardo Cunha





Mais um aliado do governador Marconi Perillo (PSDB) foi citado em delações premiadas da Operação Lava Jato. Depois do próprio governador, que é figurinha carimbada nas delações, o alvo da vez é o deputado federal Alexandre Baldy (Podemos), que foi citado pelo doleiro Lúcio Funaro como integrante da bancada de apoiadores do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e também como um dos lobistas que agiu a favor da empresa Hypermarcas. A informação é do jornal O Popular.

De acordo com o jornal, em sua delação Funaro apresenta uma lista com o nome de deputados que recebiam favores em troca do apoio a Cunha. Baldy é citado como um dos integrantes e, segundo o doleiro, tinha “negócios com Cunha”, explicitando a ligação do deputado goiano com o peemedebista.

Além disso, Funaro explicita como era feita a divisão dos valores de propina em troca de aprovação de medidas que facilitariam a vida da Hypermarcas. Em um trecho do depoimento, Funaro faz referência explicita a Baldy. “Sabe que houve tratativas feitas através do deputado Alexandre Baldy, genro do sócio de João Alves”, diz a reportagem, citando também que o doleiro falou no nome do ex-deputado Sandes Júnior (PP), que hoje é secretário extraordinário do governo do Estado.

Nunca é demais lembrar que Baldy foi um dos três goianos que se ausentaram da sessão que cassou Eduardo Cunha. Com essa revelação de que Baldy era integrante da turma de Cunha, fica fácil entender o porquê.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias