Goiânia, sbado, 20 de janeiro de 2018
13/01/18 911 visualizações

Marconi diz ter “trabalhado demais” em 2017





Sem nem ficar vermelho, o governador Marconi Perillo (PSDB) continua justificando sua viagem para a praia dos Carneiros, em Pernambuco, no meio da maior crise prisional vivida pelo Estado. Segundo ele, os dias de descanso foram merecidos por que ele “trabalhou demais” em 2017.

 “Todo mundo tira férias e descansa. Eu passei o ano inteiro trabalhando demais, intensamente. Tirei três dias para descansar com a minha família. Quinta, na sexta e sábado. Mas a rebelião aconteceu na segunda-feira, e estava tudo sob controle”, disse Marconi, em entrevista ao jornalista José Luiz Datena na última quarta-feira (10).

Além disso, Marconi voltou a defender o indefensável: sua péssima atitude de abandonar o Estado como se não tivesse nenhuma responsabilidade no problema.

Ele, porém, se esqueceu de dizer que as rebeliões se repetiram durante a semana e, enquanto a população via assustada a bandidagem tomar conta dos presídios, Marconi estava na praia descansando.

Além disso, o tucano mostra bem como é o seu jeito de governar. Ao menor sinal de problema, ele desaparece, deixando todo o desgaste para o vice José Eliton (PSDB) e seus auxiliares, como ele mesmo admitiu na entrevista.

“Temos um excelente secretário, um excelente diretor do sistema prisional, e hoje nós trabalhamos muito pela internet e por telefone”, disse.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias