Goiânia, quarta, 21 de fevereiro de 2018
26/01/18 798 visualizações

Crise hídrica: prefeitos denunciam faltam de investimento da Saneago





Aos poucos, vai ficando bem mais claro o motivo da crise hídrica que assolou Goiás durante o último período de seca. Além do uso político da Saneago pelo governador Marconi Perillo (PSDB), a estatal também não realizou investimentos necessários para manter cidades do interior abastecidas. A denúncia foi feita ao jornal O Popular por prefeitos de munícipios como Pontalina, Alto Paraíso de Goiás, Hidrolina, Mundo Novo e Piracanjuba.

“O sistema de distribuição de água é muito antigo, desde a década de 80, sem mudança, só acréscimo de poços artesianos”, disse o prefeito Martinho Mendes (PR), de Alto Paraíso de Goiás. A cidade, que é turística, sofre ainda mais com a falta de água, já que perde turistas e arrecadação com o desabastecimento.

Em Hidrolina, o prefeito Osvaldo Moreira (PSDB) revelou que teve que utilizar um caminhão-pipa para buscar água na cidade de São Luís do Norte. Em Mundo Novo, o prefeito Hélcio Alves (PR) relatou que passou por problemas graves de falha no abastecimento público no ano passado, chegando a ter que fazer rodízio.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias