Goiânia, domingo, 19 de agosto de 2018
04/02/18 966 visualizações

Crise prisional: foragidos são acusados de roubar fazendas no Sul do Estado





Mais uma consequência da péssima gestão do governador Marconi Perillo (PSDB) na área de segurança pública fica clara no caso denunciado por reportagem da TV Anhanguera publicada nesta sexta-feira (2).

Segundo a matéria, dois homens são procurados pela Polícia Civil por roubos e furtos em pelo menos cinco fazendas no Sul de Goiás. Os acusados são foragidos do presídio de Sarandí, em Itumbiara, provando, mais uma vez, que a superlotação e a falta de infraestrutura dos presídios goianos contribuíram para o aumento da criminalidade no Estado.

Em entrevista à reportagem, o delegado Ricardo Chueire os homens invadiam sedes de fazendas para furtar eletrônicos e itens como motor de bomba, motosserra e ferramentas. "O modo de agir é sempre o mesmo e, em pelo menos dois casos, eles já foram reconhecidos pelas vítimas", confirmou. Os crimes aconteceram em fazendas nos municípios de Bom Jesus, Panamá, Goiatuba, Buriti Alegre e Itumbiara.

Diante disso, fica difícil para Marconi e o vice José ELiton (PSDB) colocarem a culpa no governo federal pela onda de violência no Estado. Caso houvesse efetivo policial suficiente e melhores condições de infraestrutura e trabalho para a PM e a Polícia Civil, situações de fugas seriam bem menos comuns. 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias