Goiânia, quinta, 24 de maio de 2018
17/05/18 354 visualizações

OSs descumprem metas e deixam de fazer atendimentos



Divulgação

De acordo com relatórios da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Goiás encaminhados à Assembleia Legislativa três organizações sociais (OSs) descumpriram metas estabelecidas em contrato entre os meses de julho e dezembro de 2017.  A informação foi trazida nesta quinta-feira, 17, pela coluna Giro, de O Popular.

No segundo semestre de 2017, a  Associação Luz da Vida, que atua no Credeq de Aparecida de Goiânia, Instituto de Gestão e Humanização (IGH), responsável pela gestão do Huapa, e Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), que administra o Hugo e o Hutrin, fizeram atendimentos abaixo do determinado em contrato.

O jornal goiano já havia mostrado em reportagem em 2017 que as mesmas entidades não haviam cumprido as metas referentes ao primeiro semestre do último ano.

O interessante é que, depois de assumir o Governo de Goiás, José Eliton (PSDB), criou um terceiro turno de atendimento em diversas unidades de atendimento estadual. Só esqueceu de fiscalizar as OSs que recebem milhões, todos os meses, para fechar a porta de hospitais na cara dos goianos.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias